Organizadores comemoram sucesso do Pedal Solidário

Organizadores comemoram sucesso do Pedal Solidário

O Pedal Solidário realizado no dia 31 de agosto superou as expectativas em participação e arrecadação. O evento tinha dois objetivos: comemorar o agosto laranja, em divulgação da Esclerose Múltipla e também para arrecadar fundos para o menino Léo Melo. Os organizadores do evento comemoram os resultados positivos.

Os organizadores divulgaram ontem (3) o resultado do evento, no total, foram arrecadados R$ 3.677,00, entre café da manhã, doações em dinheiro e depósito em conta. O dinheiro será doado integralmente para a família de Léo Melo, que está em tratamento no hospital Santa Marcelina, em São Paulo.

Outro resultado positivo comemorado foi a divulgação da Esclerose Múltipla – agosto laranja. Os ciclistas levaram bexigas laranjas para divulgar a doença que ainda não é muito conhecida.

O pedal contou com ciclistas de Pindamonhangaba, Taubaté, Varginha, Erechim, entre outras cidades. A ação foi fruto da união dos amigos do pedal, com apoio da Associação Comercial e Industrial de Pindamonhangaba, Alvo segurança, Radiance Modas, Maris Modas, Bomboniere Calazans, Sicredi e Gelomak.  A Associação Comercial e os organizadores do evento agradecem a todos que participaram.

Sobre Léo Melo

O menino de três anos é filho de Cristiane Aparecida Melo e está tratando de um tumor, no hospital Santa Marcelina, em São Paulo. Segundo a mãe de Léo, Cristiane Aparecida Melo, como a cirurgia era muito arriscada, ele será submetido a um longo tratamento. “A equipe da neurocirurgia e oncologia pediátrica, se reuniu e decidiu que, o melhor a fazer no momento é iniciar o tratamento, com radioterapia e quimioterapia, nesse caso teremos que ir de mudança, pra São Paulo, já que o tratamento causa muitas reações”, comentou Cristiane na página do facebook.

Sobre a Esclerose Múltipla

 A EM é a doença autoimune, do sistema nervoso central, que mais acomete jovens adultos no mundo inteiro. Não se sabe o que causa a EM, e ainda não há cura para ela, mas já existem diversos tratamentos eficazes para a doença. Dentre seus principais sintomas estão: fadiga, problemas de visão (diplopia, neurite óptica, embaçamento), problemas motores (perda de força ou função; perda de equilíbrio), alterações sensoriais (formigamentos, sensação de queimação). A especialidade médica que diagnostica e trata a EM é a neurologia. Acesse o site https://agostolaranja.org.br/

 

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale Conosco